Picos(PI), 20 de Outubro de 2018

Política
ESTREMECIDAS
Vice-prefeito Edilson Carvalho alega que “forças ocultas” atrapalharam a gestão da Secretaria de Saúde
Postado em 02/02/2018 por Jailson Dias
Ao final da entrevista o vice-prefeito afirmou que Picos precisa de pessoas mais capacitadas “nos postos que almejaram estar”
Tamanho da fonte A A
Vice-prefeito Edilson Carvalho
Foto: Jailson Dias

O vice-prefeito de Picos, Edilson Alves de Carvalho (PTB), declarou em entrevista ao Folha Atual que a administração da sua esposa, Socorro Moura, à frente da Secretaria de Saúde, sofreu intervenção do que ele chamou de “forças ocultas”, que terminaram por minar o trabalho a ser realizado à frente daquela pasta. “Desde o começo da gestão que a gente vinha dizendo as deficiências da secretaria; não é só culpa do padre (prefeito Walmir Lima), mas de um conjunto de coisas, vem de governos passados”, explicou.

À nossa equipe ele disse que não indicará ninguém para exercer o cargo outrora ocupado pela sua esposa e nem está participando das negociações nesse sentido. “Nós entregamos a Secretaria, eu e meu irmão (Getúlio Carvalho), fomos lá e entregamos a secretaria, e deixamos o padre ao bel-prazer, ele que diz que é do PTB, mas do jeito que está lá, por mais que queiramos fazer as coisas acontecer, não acontecem”, declarou.

Edilson ressaltou que a sua esposa se esforçou para “arrumar a casa” e que ele começaria a participar do processo, mas as alegadas “forças ocultas”, consideraram de outra forma. O vice-prefeito não citou nomes sobre quem seriam essas “forças ocultas”, enfatizou apenas que são formadas por muitos. “Nós sabemos que em qualquer instituição, especialmente na política, tem sempre alguém querendo se sobressair à custa de outros, então, acredito que tem, não posso apontar, mas com certeza são muitas e não uma direta”, comentou.

Para que a Saúde municipal dê conta da demanda, Edilson entende que precisaria haver um conjunto de forças do Governo Federal, Estado e Município.

O vice-prefeito declarou que não vai ao Palácio Coelho Rodrigues a menos que seja convidado pelo prefeito Pe. Walmir Lima, e se disse chateado com as ações do gestor. “Nos comícios eu sempre dizia que a gente ia administrar junto, temos a maior bancada na Câmara Municipal, e apenas três secretarias mínimas, enquanto outro vereador tem sete secretarias, não é uma coisa justa, o povo sabe o que é justo no sentido do que estou falando”, declarou.

Quanto a bancada do PTB, formada pelos vereadores Francisco das Chagas de Sousa, o Chaguinha, Zé Luís e Dalva Mocó, Edilson garante que estão unidos, comparados com uma família. “Estamos mais do que unidos, estamos irmanados”, declarou.

Ao final da entrevista o vice-prefeito afirmou que Picos precisa de pessoas mais capacitadas “nos postos que almejaram estar”, em clara alusão a meritocracia.

Comentários

Nenhum comentario realizado para esta materia
 
  • Diretor Proprietário
    Edson de Sousa Costa
  • Repórteres
    Edson Costa
    Jailson Dias
    Marta Soares
  • Revisão
    Equipe
  • Departamento Comercial
    Edson Costa
  • Folhaatual.com.br - Rua Coelho Rodrigues, 403 - 2º Andar - Centro - Picos - Piauí - Fone: (89) 3422-6652