Picos(PI), 16 de Novembro de 2018

Educação
:::
Professores da rede estadual realizam manifestação em Picos
Postado em 12/07/2018 por Redação
Professores percorreram as ruas de Picos.
Tamanho da fonte A A
Manifestação nas ruas de Picos
Foto: Folha Atual

Na manhã desta quinta-feira (12), professores da rede estadual de ensino do Piauí promoveram uma caminhada pelas ruas de Picos. A categoria que está em greve desde o dia 07 de junho reivindica o cumprimento do acordo com o governo que estabelece reajuste salarial para os servidores ativos e aposentados.

A concentração da caminhada ocorreu na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado Piauí (SINTE- Regional de Picos). Do local, os manifestantes munidos de faixas e cartazes, realizaram uma caminhada pelas ruas centrais da cidade denunciando os desmandos do governo para com a categoria.

Segundo a presidente do SINTE- Regional de Picos, Gisele Dantas, o descumprimento do acordo pelo governador Wellington Dias (PT) que deveria pagar o reajuste salarial no mês de maio mobilizou a categoria a lutar pelos seus direitos.

“Estamos mais uma vez nesta sofrência, na rua, cobrando nossos direitos. É lamentável o governador descumprir um acordo e estamos em mais um dia de luta reafirmando a greve. Temos que nos manter firmes, infelizmente o governo tem esse descaso com a Educação, não cumpre a Lei ”, afirmou Gisele Dantas.

Em Picos, as aulas estão suspensas há 35 dias e pela segunda vez este ano ocorre a interrupção do calendário letivo.

A presidente ainda reforçou que além do reajuste salarial está na pauta das reinvindicações a falta de transporte escolar para os alunos da rede estadual, paralisação de obras nas escolas, atraso no repasse dos empréstimos consignados, atraso no repasse dos planos de saúde, atraso nas aposentadorias dos servidores.

O acordo

Os profissionais de educação que estavam em greve no início do ano firmaram um acordo com o Governo do Estado. Por essa razão em 12 de março a categoria decidiu pôr fim ao movimento.

O acordo estabelece reajuste de 6.81% sobre o piso salarial dos professores que trabalham 40 horas semanais, que passariam a receber de 2.298,00 para 2455,00, conforme prevê o Plano Nacional de Educação (PNE). Ficou acertado por ocasião do acordo assinado pelo Governo do Estado de que o pagamento seria efetuado, no entanto, as parcelas nunca foram debitadas no contracheque dos professores.

 

Comentários

Nenhum comentario realizado para esta materia
 
  • Diretor Proprietário
    Edson de Sousa Costa
  • Repórteres
    Edson Costa
    Jailson Dias
    Marta Soares
  • Revisão
    Equipe
  • Departamento Comercial
    Edson Costa
  • Folhaatual.com.br - Rua Coelho Rodrigues, 403 - 2º Andar - Centro - Picos - Piauí - Fone: (89) 3422-6652