Picos(PI), 21 de Julho de 2019

Polícia
:::
Reduzido efetivo da Polícia Civil dificulta solução de crimes em Picos
Postado em 13/05/2019 por Jailson Dias
O delegado Agenor disse que a esperança dele e dos demais delegados é que mais policiais sejam lotados em Picos a partir do último concurso realizado pelo Governo do Estado
Tamanho da fonte A A
Delegado Agenor Júnior
Foto: Jailson Dias

O problema é antigo e se arrasta independentemente do governo. O reduzido efetivo da Polícia Civil de Picos, bem como as limitadas condições materiais dos policiais, dificultam a solução dos crimes ocorridos na cidade, dos cinco homicídios registrados nesse ano de 2019, três permanecem sem solução, destacando que um deles foi um feminicídio.

“A equipe de investigação não é proporcional a demanda que temos aqui. Atribuições como tráfico de drogas no 2° Distrito Policial, homicídios, estatuto do desarmamento, assim como todos os crimes nas cidades de Sussuapara, Francisco Santos, São José do Piauí, e a equipe de investigação conta com apenas um policial”, informou o delegado do 2° Distrito Policial, Agenor Júnior.

Ele pediu que a população de Picos e região tenha mais compreensão quanto ao trabalho da polícia, devido as reduzidas condições para efetuar o trabalho satisfatoriamente. “Tendo em vista que o Estado não nos fornece os meios para a gente realizar as investigações a contento, essas denúncias anônimas que recebemos da população e damos andamento, agradecemos e pedimos que continuem denunciando, mas quanto às investigações da delegacia, estamos engessados devido ao efetivo policial”, relatou.

O delegado Agenor disse que a esperança dele e dos demais delegados é que mais policiais sejam lotados em Picos a partir do último concurso realizado pelo Governo do Estado, embora ainda não tenha sido dado início ao curso de formação para os aprovados.

A Delegacia Regional de Picos conta com três distritos policiais e mais a Central de Flagrantes. Em cada delegacia há apenas um delegado e um investigador. Para os finais de semana a delegacia conta com o apoio de outros dois delegados, mas é só isso.

“Ressaltando que os delegados aqui de Picos são os responsáveis pela Central de Flagrantes, ou seja, a gente tira o plantão de 24 horas na Central de Flagrantes e no dia seguinte estamos aqui para cumprir o expediente, não tem a folga respectiva”, comentou Agenor Júnior.

Para o delegado os cinco homicídios verificados na cidade de Picos neste ano de 2019 são preocupantes, uma vez que as investigações ficam comprometidas, mesmo que não tenham sido interrompidas.

Comentários

Nenhum comentario realizado para esta materia
 
  • Diretor Proprietário
    Edson de Sousa Costa
  • Repórteres
    Edson Costa
    Jailson Dias
    Marta Soares
  • Revisão
    Equipe
  • Departamento Comercial
    Edson Costa
  • Folhaatual.com.br - Rua Coelho Rodrigues, 403 - 2º Andar - Centro - Picos - Piauí - Fone: (89) 3422-6652